quarta-feira, 6 de junho de 2012

Inexplicável

É um amor que simplesmente sinto; aliás, não tão somente isso.
Por senti-lo sou o ser mais abençoado (há quem queira chamar de 'sortudo') da existência terrena, sou a mais feliz das pessoas e a mais amada irmã que há de haver.
Obrigada por ser meu tudo e meu nada, meu apego e minha doação, meu amigo e meu irmão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário