sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Lixo (MAIS QUE) Extraordinário

Bem, ultimamente tem sido complicado postar aqui por conta da volta às aulas e tal, mas eu tiiiive que vir aqui pra comentar sobre o documentário que vi junto ao pessoal da faculdade chamado "Lixo Extraordinário".
Apesar de não gostar nenhum pouco da professora da matéria (como tooodo mundo já sabe), admito que ela sabe trabalhar. Digo, não com os alunos ela mesma, mas ela sabe como formar um plano de aula muito bom e tudo mais!
O documentário relata nada mais, nada menos, do que uma "pequena" experiência vivida pelo artista plástico brasileiro (mas muito mais conhecido mundialmente [Brasil, por favor, vamos começar a valorizar o que é nosso né?]) Vik Muniz. Pra quem não conhece o trabalho dele, foi ele que fez o tema de abertura da novela Passione. Ele trabalha sempre 'testando' novas maneiras de arte, como em suas réplicas da Monalisa, uma feita de geléia e outra de pasta de amendoim!
Vale muito à pena assistir esse documentário porque além de ter sido um trabalho maravilhoso e com uma visão social, foi feito no Brasil. O que convenhamos, não acontece sempre. E muito menos concorrendo ao Oscar! Só Deus sabe o quanto eu torço pra que o filme ganhe aquela estatueta, mas todo mundo sabe como os EUA e o resto do mundo são com nosso país... ontem eu soube que haviam negado o visto de turista a um dos personagens do filme, uma das peças chave de todo o documentário. Acabei de fazer uma pesquisa rápida aqui no google e vi que ele já viajou pra lá hehe ainda bem! 
Não vou detalhar nada sobre o documentário, só digo que vale muuuuuito à pena! Chorei pra caramba no cinema... é bom ver que tem pessoas como Vik Muniz pelo mundo, que se preocupam com o social, com o de todos. É, porque o lixo não é dos catadores, muito pelo contrário; ele é de todos nós, somos nós que o produzimos. Os catadores de MATERIAL RECICLÁVEL tentam diminuir a quantidade desse lixo recolhendo o que ainda pode ser utilizado dele. 
Ah e só lembrando... 99 não é 100!

Nenhum comentário:

Postar um comentário