sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Ai, ai...


Errr descrever como o dia começou hoje? Fácil! Primeiro tenho que dizer que dormi às 2h da madrugada porque tava 'estudando' pra minha prova oral do inglês. É, eu sei que nunca estudei pra prova nenhuma de inglês, inclusive foi exatamente isso que minha irmã me disse... mas estudar de vez em quando é bom né? Ainda mais quando já se é formada na língua, se está cursando em outro lugar diferente do primeiro pra ter um diploma melhor e aprender bem e, de tira colo, se tem medo de repetir! Repetir? É isso mesmo: r-e-p-e-t-i-r! Segundo um dicionário aqui da internet (porque tô com preguiça de ir buscar o Aurélio) a definição é: Repetir - dizer ou fazer novamente a mesma coisa. Então imagina aí se eu repetisse um nível no inglês... seria como se eu tivesse fazendo ele pela terceira vez, nada honrável não? Mas voltando ao foco! Meu dia hoje! Então, dormi às 2h e acordei às 6h porque minha carona era nesse horário. Tudo bem que meu inglês começa às 8h mas isso é só um detalhe, não? É, suspeitei que não. Ficar na porta da reitoria, na frente daquela linda (oh e como é linda) praça com um monte de marginais (depois comento sobre isso...) ao redor e um monte de estudantes sonolentos te encarando é suuuuper interessante! Isso sem contar que fui ao inglês pra absolutamente nada! Quer dizer, pra não dizer que foi pra nada eu descobri que na reitoria tem Wi-Fi! Ou seja, estudante querido, se você não tem internet em casa, e não tem medo de dançarinos malucos que ficam fazendo danças obscenas no meio do pátio, e também tem um CARRO, porque ir à reitoria de ônibus e com um notebook não é lá uma boa idéia (hahaha), pode ir lá "roubar" a internet porque, afinal, Wi-Fi sem senha tem mais é que ser usada! É, o que eu fiz no inglês além de mexer na internet do meu lindo e novo celular? Só fiz entrar na sala, corrigir umas 3 palavras de um texto, congelar de frio e encarar meus lindos coleguinhas de turma. Tudo isso em 30min! Depois disso fui ao sofrimento que me aguardava.. oh céus, eu nunca tenho a noção exata do quanto eu detesto e temo dentistas até estar já sentada na cadeira deles e encurralada né? Só quando eu não tinha mais pra onde ir me toquei no quão grave era minha situação! Quando ele disse "vou anestesiar ok?" até dei umas três respiradas fundas pra poder estar preparada por via das dúvidas... o que acontece é que tenho pavor de agulhas. Nem é trauma de infância, porque pelo que me consta isso só veio acontecer comigo quando eu tinha meus 16 anos e fui fazer exame de sangue. Tudo bem que o fato de ter aparecido um infeliz conhecido meu e me mostrar o braço todo ferrado de furadas deve ter causado algum defeito ao meu cérebro porque daí a desmaiar TODA vez que se faz exame de sangue é demais hein! Isso sem contar o fato de que tenho problema de tireóide hahaha não gosto nem de imaginar! Mas então voltando ao dentista! Não sei se ele ficou com medo pelo que aconteceu da última vez (não, eu não desmaiei mas fiquei por um fio... morri de vergonha!!) e só aplicou uma anestesia ou se ele achou melhor mesmo. Sei que por um milagre de Nosso Senhor Jesus Cristo (AMÉM!) não desmaiei! 
Fiquei tão feliz que saí de lá jurando à mim mesma que ia fazer meu segundo furo esse final de semana. Daí cheguei no carro e fiquei zonza, oh ironia do destino! Mas me aguardem... meu segundo furo ainda virá! Ah, e meu piercing também!
ps.: a internet ta uma droga aqui! OI sucks!

Nenhum comentário:

Postar um comentário